Pesquisar neste blogue

A carregar...

FAIXA N.5 - "VIVER UM DIA DE CADA VEZ É O MEU LEMA"

F.C. Porto - Maior Clube Português de sempre!

I made this widget at MyFlashFetish.com.

segunda-feira, 1 de março de 2010

Os orgasmos de Clara Pinto Correia

Esqueçam o Deficit.
Esqueçam o desequilíbrio da Balança de Pagamentos.
Esqueçam o endividamento ao estrangeiro.
Esqueçam o desemprego galopante.
Esqueçam as mentiras do Pinócrates.
Esqueçam o Orçamento de miséria que vai ser votado.
Esqueçam o Cavaco de Boliqueime mai-la Maria Deslumbrada.

Portugal está salvo.

O Centro Cultural de Cascais (CCC) tem em exposição DEZ fotografias originais e inéditas dos orgasmos da escritora Clara Plágio Correia.
Nua como veio ao Mundo deixou que o marido lhe fizesse SEIS MIL fotografias (suponho que teve seis mil orgasmos, ah, grande mulher !!!!) quando estavam os dois no truca-truca utilizando máquinas automáticas de resolução digital.

Vamos por partes.

Primeiro custa-me a engolir que o Centro Cultural de Cascais gaste o rico dinheirinho dos nossos impostos com este tipo de eventos.
Ver a Clara Plágio Correia nua não me choca absolutamente nada porque já vi porcaria bem pior.
Coitadinha dela, não será de certeza a Angelina Jolie ou a Kate Moss, mas também é um bocadinho melhor do que a Manecas Milk que me causa pesadelos sempre que a vejo na televisão.

O que me deu cá uns engulhos do Vilaças foi a má qualidade das fotografias, o péssimo sentido estético, o baixo nível da ideia.
Aquilo nem chega a ser obsceno.
É rasca.
Ordinário.
Abaixo de cão.
Quem será mais culturalmente culpado deste mamarracho estético-paranóico ?
O marido que se propõe fotografar a amantísima esposa no exacto momento em que, tendo-a por baixo dele, a ouve dizer "ó, querido, é agora, é agora, dispara a máquina que já não me aguento mais . . ." ou a mulher que concorda e acede a esta porcaria que, sendo o nojo que é, ainda a querem fazer passar por obra de arte e estudo sociológico sério ?

Esta gente das revistas cor-de-rosa faz tudo para andar sempre na crista da onda.
Vale tudo dentro da doutrina "podem falar mal de mim, mas por favor falem o mais que puderem".
O meu único medo é que neste país de acéfalos em que nos degradámos, este "evento cultural" (ou invento caricatural ?) tenha um êxito retumbante e para o mês que vem, o Centro Cultural de Cascais se abalance a fazer mais outras novas exposições sobre a Clara Plágio Correia a fazer xi-xi na sanita, mais outra a limpar o rabo, outra a lavar os dentes, outra a chupar caramelos de leite e mais uma série dela a cortar as unhas dos pés ou com um irrigador a fazer lavagens daquela parte do corpo que nos garante a continuidade da espécie humana.
É que para gente deste calibre tudo é arte, tudo é Cultura, tudo é modernidade.
E nós, gente séria e trabalhadora, a pagarmos tudo isto !! num país em que não há dinheiro para melhorar os hospitais, as escolas ou os tribunais andarem mais depressa, a galope, em vez do passo de tartaruga em que chafurdam há já muitos anos.

Uma correspondente minha de Belo Horizonte (Brasil) mandou-me as fotos da Clara Plágio Correia com a seguinte mensagem:
"Vocês, portugueses, criticaram tanto a loira burra da Maitê Proença pelos disparates que disse no vosso país e agora como é que classificam esta professora universitária, bióloga e escritora, que não tem a mínima vergonha de fazer uma nojeira destas ?".
Não sei o que lhe irei responder.

E agora desculpem-me porque depois de ter visto as fotos, tenho que ir tomar um Alka-Seltzer pois estou a ficar agoniado.

Em nome da Cultura (e para não me rotularem de burguês atrasado e reaccionário) em anexo reenvio as fotos que são públicas e até já estão estampadas nos jornais e, ao que consta, já circulam na Internet.

(Eu tenho essas fotos, caso queiram podem solicitar pelo mail do blog)
recebido por mail

Sem comentários: