Pesquisar neste blogue

A carregar...

FAIXA N.5 - "VIVER UM DIA DE CADA VEZ É O MEU LEMA"

F.C. Porto - Maior Clube Português de sempre!

I made this widget at MyFlashFetish.com.

sábado, 31 de outubro de 2009

Esperança, Amor, Reflexão, Atitude....

Esperança e reflexão!
Hoje foi um dia diferente para mim, passei por diversas fases que me levaram a reflectir. Comecei o dia tendo dúvidas, reflecti....Pensei e questionei-me acerca de várias situações da minha vida real. Resolvi ir em frente, questionar, pôr certas cartas do baralho na mesa. Penso que cheguei à conclusão que vale sempre a pena tentar, com paciência, provávelmente chegará o dia do brinde. O dia de brindar com bom champanhe, o esforço dispendido por muita gente para mudar algo. Acredito, prefiro acreditar! Nem sempre aquilo em que acreditamos, nos poderá ser favorável, mas porque não tentar. Só não muda quem não quer assistir a mudanças, ou porque lhe é conveniente não mudar, ou porque tem medo da mudança. Eu não tenho medo, no final far-se-ão as contas e veremos se os ventos da mudança foram ou não favoráveis. Eu arrisco, até porque não perco nada que já não tenha perdido. Vou em frente e no futuro se verá se valeu a pena.
Atitude
Porque não? Temos de ser altruistas, mudar as nossas atitudes, dar a hipótese a nós mesmos de ter uma atitude, que nos orgulhe de sermos quem somos. Sermos nós próprios alguma vez na vida é primordial. Sabermos assumir as nossas posições com frontalidade, defendendo os nossos principios. Ter atitude, assumir algo, ajudar a mudar o que está mal, tudo isto faz parte daquilo que faz com que um homem seja maduro. Não recear, enfrentar, ser inteligente, não deixar perceber que a melhor defesa é o silêncio estudado. Tudo isto é atitude. Vou em frente.
Amor
O meu ponto fraco, sem ele não sei viver, perco as forças. Sem ele não consigo ter atitude, esperança e reflectir direito. Perco as forças, fraquejo, dou-me a conhecer, não consigo ser inteligente ao ponto de travar uma luta desigual, com a força que necessitaria.
A vida dá-nos momentos bons e outros menos bons, que melhor ou pior conseguimos contornar.
Hoje tive momentos bons, mas fraquejei quando absorvido nos meus pensamentos, reparei no meu filhote adormecido pelo cansaço no sofã da sala. Não aguentei, quis aproveitar aquele momento. Quis sentir mais de perto, aquele sono profundo da inocência duma criança. Aconcheguei-me a ele, peguei-lhe no bracito e envolvi-o no meu pescoço. Deixei-me estar assim por largos minutos. Senti o quanto o amava. Senti o perigo da minha envolvência e fraquejei.
Fraquejei por haver maldade neste nosso mundo real, fraquejei porque pus em causa os meus principios e a minha atitude. Fraquejei por não conseguir racicionar naquele momento, na atitude a tomar. Senti por um lado que devo defender-me de tudo que está errado, e pelo qual devo lutar. Por outro lado fui incapaz de arranjar solução para defender o bem estar, de quem eu amo. É complicado tomar resoluções nestas situações. Se por um lado queremos justiça e defender os nossos principios, por outro não nos é possível abdicar daquilo que nos pertence.
Foram momentos difíceis os que vivi hje à noite. Senti-me impotente para tomar decisões. Fraquejei!
Reflecti durante algum tempo já sem a presença dele. Cheguei há conclusão que apesar de tudo vale sempre a pena lutar por aquilo em que acreditamos, mas com inteligência, minimizando os estilhaços e protegendo quem amamos. Portanto meus amigos eu vou em frente, não posso desistir. Ao desistir, estou a desistir de contribuir para que estes meninos que adoramos, tenham um futuro melhor. Só peço uma coisa, se sobrarem estilhaços que seja eu a apanhá-los.
Uma boa noite para todos e um bom fim de semana.
(fish)

Sem comentários: